Gestão de vendas – porque você deve se preocupar com isso?

Como todos os empreendedores devem imaginar, para garantir a lucratividade da empresa, tudo se resume a quantidade e a qualidade das vendas. Por isso, a gestão de vendas é algo extremamente fundamental para as empresas que almejam o sucesso no mercado.

Nos dias atuais o mercado tem mudado muito, e com isso, o processo de vendas também, pois algumas variáveis que estão interferindo na dinâmica das empresas, requerem dos profissionais que estão envolvidos, além de técnicas de vendas criativas, práticas e ágeis para acelerar o processo de tomada de decisão.

Gestão de vendas – porque você deve se preocupar com isso

Normalmente, a área de vendas é considerada como um ponto central de uma empresa, pois se relaciona diretamente com os consumidores. Assim torna-se essencial uma gestão de vendas que garanta resultados mais eficazes.

Mas para isso, é preciso que os gestores tenham treinamento e estejam capacitados para coordenar todo o processo de vendas e saibam desenvolver uma boa equipe.

O que é e para que serve a gestão de vendas?

A gestão de vendas era antigamente referida na condução da força de vendas. No entanto, com a grande evolução comercial, ela começou a ter novas atividades, como as que estejam ligadas ao marketing, pesquisa, publicidade, preços, distribuição, produtos, entre outros.

O gestor de vendas deve ter a capacidade de organizar melhor as metas através de planejamentos, liderança, capacitações, treinamentos e gerenciamento dos recursos da empresa.

Uma boa gestão de vendas deve garantir algumas soluções que se concentram em estratégias, planejamentos, processos e execução de algumas atividades. Por isso, a liderança é algo essencial para o alcance do sucesso.

Quais são os objetivos da gestão de vendas?

O objetivo da gestão de vendas é ser capaz de administrar, ou seja, de conseguir realizar o gerenciamento de todos os fatores que estão envolvidos em uma atividade, indo desde o planejamento de vendas até a execução, com o envolvimento de todas as variáveis possíveis.

A gestão de vendas tem como responsabilidade a aquisição dos recursos que fazem a empresa funcionar, análises de mercado, processos de vendas, logística, análise de perfil de clientes, ferramentas de gestão de vendas, entre outros aspectos que estejam relacionados a vendas.

Por isso, o gestor de vendas deve ser um líder, capacitado para conduzir os recursos da empresa de uma maneira harmônica e coesa, pois assim eles não irão colidir e serão capazes de garantir resultados positivos e efetivos.

Por meio do planejamento e de ações claras e objetivas, o líder de vendas consegue definir suas estratégias e desenvolver toda a sua equipe, de modo que os objetivos que foram propostos possam ser alcançados.

Alguns dos objetivos da gestão de vendas são:

  • Garantir o aumento da lucratividade da empresa;
  • Melhorar os serviços e produtos que são ofertados;
  • Alcançar uma vantagem competitiva no mercado de interesse.

Dessa forma, cada tipo de empresa apresenta um planejamento de gestão de vendas específico, que seja voltado para atender as suas necessidades, avaliando e entendendo quais são as suas forças e fraquezas.

Como deixar a sua gestão de vendas bem estruturada?

O gestor de vendas, deve sempre estar capacitado quanto ao entendimento do negócio e produtos da empresa; deve saber coordenar e realizar um bom planejamento da equipe, levando em consideração todos os aspectos técnicos e operacionais da organização, além dos comportamentais dos vendedores.

Geralmente, o bom trabalho de um gestor de vendas pode tornar a equipe mais motivada, o que pode gerar bons frutos ao longo do tempo para a empresa.

Além disso, é preciso ter o entendimento de que nenhum processo é totalmente estável, o que significa que algumas mudanças devem ser realizadas no transcorrer do processo de vendas, caso seja notado alguma ineficácia ou incoerência com os objetivos organizacionais.

Importante

É importante que você entenda que um processo flexível não significa que seja instável, pois a flexibilidade pode garantir a correção de erros, enquanto que a instabilidade pode trazer insegurança e falta de direcionamento dos vendedores.

Por isso, a gestão de vendas deve garantir uma equipe capacitada e que sejam capazes de cumprir todas as funções de maneira coerente e eficiente, onde todos os objetivos da empresa sejam seguidos.

É preciso ainda um sistema que tenha a capacidade de processar informações, com todas as métricas de análise do processo de vendas, verificando o desenvolvimento que a empresa teve e quais foram as suas falhas, o que faz com que haja uma melhora no planejamento das estratégias e consequentemente para corrigi-las.

Como garantir o crescimento da empresa com gestão de vendas

Agora você já sabe porque deve se preocupar com a gestão de vendas, pois foram aqui apresentadas todas as principais funções. Independentemente de a sua empresa ser de pequeno, médio ou grande porte, é possível garantir o crescimento dela com uma boa gestão de vendas.

Uma boa opção é a terceirização das rotinas financeiras da sua empresa, dando mais liberdade a você empreendedor, para que você foque naquilo que é essencial para o seu negócio, tendo a certeza que sua empresa está sendo administrada de forma eficiente e eficaz.

Você pode contar conosco para crescer sempre. Espero que este artigo tenha sido útil para você, até breve!

Gostou? Compartilhe!

5 dicas para começar 2018 com as finanças em dia

Como a maioria das pessoas devem imaginar, começar ou terminar o ano com dívidas é sempre uma péssima ideia, e para que isso não aconteça com você, vale a pena conhecer algumas dicas para começar 2018 com as finanças em dia.

Geralmente, a falta de um planejamento financeiro pode acabar gerando diversas consequências não muito boas, como as dívidas que acabam com o orçamento e toda a estrutura financeira.

No entanto, quando se tem disciplina e dedicação é possível deixar todas as finanças em dia. Por isso, confira a seguir algumas dicas para você colocar em prática e poder desfrutar da tranquilidade em boas condições financeiras.

5 dicas para começar 2018 com as finanças em dia

Começar 2018 com finanças em dia

Já é o momento de se realizar um bom planejamento financeiro e começar o ano com todas as finanças em dia, porém mais do que realizar um planejamento, é necessário que você tenha o comprometimento de colocar os planos em prática.

Com isso, para que a organização financeira se torne um hábito diário, veja abaixo as 5 dicas:

Dica 01 #Expectativas

  • Primeiramente, é fundamental que você projete todas as expectativas de receitas, despesas e resultados de todos os meses. Normalmente, o orçamento será como um guia que irá permitir que você confronte o que foi planejado com o que foi realizado.

Isso deve ser realizado de forma constante, pois caso haja um descompasso, você não irá poder esperar para realizar o fechamento do exercício para alterar as suas estratégias.

Dica 02 #Investir o lucro

  • Outra dica importante é você sempre realizar o investimento do seu lucro. Em relação as micro e pequenas empresas, é essencial que elas sempre procurem definir planos de investimentos e utilizem parte desse lucro para investir ainda mais no negócio, como por exemplo: usar o lucro para ações de marketing, treinamentos da equipe, entre outras ações.

Dica 03 #Indicadores e metas

  • É extremamente importante sempre estar atento a lucratividade, e para isso sempre que o indicador se afastar da meta, você deve procurar reavaliar o planejamento e enxugar todas as despesas.

Dica 04 #Controle

  • É importante que os empreendedores tenham sempre sob controle os dados econômicos, patrimoniais e financeiros.

Geralmente, isso é algo essencial no momento de buscar investimentos, negociar prazos e honrar com os compromissos com os parceiros. Uma dica é usar sistemas que monitoram entradas e saídas de dinheiro, o que ajuda a organizar as finanças.

Dica 05 #DRE

  • É fundamental usar indicadores para medir os resultados financeiros da empresa e avaliar as estratégias utilizadas.

A dica aqui é usar algumas ferramentas básicas, como o Demonstrativo do Resultado do Exercício (DRE), a projeção do fluxo de caixa e o balanço patrimonial.

No caso do DRE, ele mostra o histórico econômico e patrimonial, onde é possível saber a margem de contribuição, o lucro operacional, a rentabilidade e lucratividade.

Já a projeção do fluxo de caixa mostra a entrada e a saída dos recursos, além dos prazos de pagamentos e recebimentos. Por fim, o balanço patrimonial avalia o índice de liquidez da empresa e o seu patrimônio.

#Bônus

Além das cinco dicas apresentadas acima, para começar 2018 com as finanças em dia, é importante ainda a realização de um gerenciamento efetivo dos custos, pois diante de uma eventual crise, uma boa solução para se manter no mercado é reduzir gastos desnecessários.

Vale a pena realizar o planejamento de compras e fugir dos custos emergenciais que reduzem a margem de lucro do produto.

Por isso, é extremamente importante saber identificar de onde vazam os recursos, pois não basta somente analisar os números de maneira isolada, mas é preciso ainda acompanhar todo o histórico dos indicadores.

Além das dicas e do que já foi falado acima, vale ainda ressaltar a importância de separar as contas, pois é necessário diferenciar as finanças pessoais das finanças da empresa.

Geralmente isso pode ajudar não somente na contabilidade, mas ajuda ainda a ter uma melhor noção de como o caixa da empresa se encontra, e mesmo mostrando resultados positivos, a empresa pode estar desfalcada financeiramente, isso ocorre devido aos descompassos ou déficits no fluxo de caixa.

Conhecimento é tudo

Portanto, com as dicas para começar 2018 com as finanças em dia, é possível que você tenha um maior conhecimento sobre o assunto e saiba colocar em prática corretamente todas as dicas apresentadas, analisando as receitas e despesas que possui, para que assim realize um bom planejamento financeiro.

Tendência da terceirização

Uma boa opção é a terceirização das rotinas financeiras da sua empresa, dando mais liberdade a você empreendedor, para que você foque naquilo que é essencial para o seu negócio, tendo a certeza que sua empresa está sendo administrada de forma eficiente e eficaz.

Você pode contar conosco para crescer sempre. Espero que este artigo tenha sido útil para você, até breve!

Gostou? Compartilhe!

A importância da Gestão do Capital De Giro na sua Empresa

O Capital de Giro tem uma grande importância para o sustento da empresa. Leia o artigo e saiba mais sobre a importância da Gestão do Capital de Giro na sua empresa

1blog

Algo com uma importância muito relevante dentro de uma empresa é a gestão do Capital de Giro, e ele nada mais é que o montante dos recursos necessários para que a empresa possa arcar com os gastos do dia a dia, ou seja, fazer com que o dinheiro circule pela empresa e cubra as despesas operacionais.

A quantidade de dinheiro não é tabelada e o valor que cada empresa necessita depende de vários fatores, como ramo de atividade, tamanho, sazonalidade, entre outros.

Vale ressaltar que o Capital de Giro é o dinheiro que a empresa tem disponível para quitar as dívidas, sejam elas compostas de despesas fixas, gastos necessários para comercialização ou prestação de serviços, e até mesmo gastos não previstos.

2blog

Gestão do Capital de Giro

Se uma empresa mantiver uma boa gestão de suas finanças e souber o Capital de Giro ideal para o seu negócio, ela poderá ter:

  • Conhecimento do melhor momento para realizar investimentos;
  • Manter o caixa positivo e com os pagamentos em dia;
  • Equilibrar as contas do ativo com as contas do passivo;
  • Suprir as necessidades de realização de atividades operacionais;
  • Criar riquezas para a empresa a longo prazo.

Riscos de uma má gestão de Capital de Giro

Quando há uma gestão ruim do Capital de Giro, os riscos operacionais aumentam, fazendo com que a empresa se torne suscetível a um caixa negativo, podendo até comprometer o funcionamento das atividades do dia a dia.

Em diversos casos, uma gestão ineficiente do Capital de giro e um planejamento totalmente desestruturado, faz com que empresários recorram a bancos no intuito de contrair empréstimos e financiamentos para cobrir as dívidas do negócio.

Porém, ao seguirem por este caminho, a empresa fica em uma situação ainda mais vulnerável, sendo obrigada a concordar com termos e contratos adversos e que podem colocar a empresa em um patamar ainda mais negativo.

Ou seja, é necessária muita atenção e conhecimento em uma gestão de Capital de Giro, pois caso venha ter algum erro, ou uma tomada decisão errada, toda a estrutura financeira ficará abalada, podendo até trazer a falência da empresa.

E de acordo com o SEBRAE, a mortalidade de pequenas empresas pode ter decaído, porém ainda se mantêm alta em comparação às empresas que abrem, ou seja, as pequenas empresas não têm durado mais de dois anos no país, devido à má gestão financeira.

O cenário real

Pensando no cenário onde tantos empreendedores acabam morrendo na tentativa, saber administrar bem o capital de giro é fundamental.

O capital de giro é um dos pontos mais delicados, já que sua má gestão pode colocar em risco todo o funcionamento do negócio. O capital de giro, assim como os outros indicadores e ferramentas financeiras, é o coração e as veias da empresa e deve ser bem administrado.

Quando um empreendedor não tem conhecimentos a fundo de como funciona a circulação do capital de giro, é importante começar a verificar a possibilidade de delegar a tarefa (terceirização das rotinas financeiras).

Claro que muitas empresas acreditam que quando elas mesmas fazem o processo, mais econômico será para ela, coisa que não é verdade na prática, já que qualquer erro ou má prática de investimento, pode colocar tudo a perder, ou seja, pode colocar em risco a empresa.

Um final feliz (baseado em fatos reais)

Pensa da seguinte forma: uma empresa de terceirização de gestão financeira conhece melhor o mercado, possui profissionais capacitados para realizar a conciliação bancária, registro de contas a pagar e receber, gerar relatórios analítico, etc.

Vamos supor que sua empresa (de uma determinada área da economia) quer fazer uma grande compra de x produtos para vender no mercado. Porém, o custo do pedido é um capital bastante alto, uma empresa terceirizada pode te ajudar a avaliar os riscos desse investimento.

Caso não seja rentável para o seu negócio, a empresa terceirizada pode sugerir outras formas de aumentar as vendas e ter mais lucro.

Analisar os riscos é muito importante, principalmente quando o investimento compromete a capacidade de pagamento e cumprimento de outras obrigações da empresa.

Gostou das dicas de hoje? Que fazer o melhor investimento de seu capital de giro? Estude, planifique e verifique as melhores opção sempre!

A oportunidade da virada

Uma boa opção é a terceirização da rotina financeira da empresa, dando mais liberdade ao empreendedor de se dedicar a outro setores e tendo a confiança que sua empresa está sendo administrada em boas mãos.

Você pode contar conosco para crescer sempre. Espero que este artigo tenha sido útil para você, até breve!

Gostou? Compartilhe!

5 Dicas para a sua empresa ser mais produtiva

Produtividade individual pode ser um problema atualmente, com a quantidade de informações e distrações às quais estamos expostos, comprometendo também o rendimento da equipe. Confira algumas dicas para fazer a sua empresa mais produtiva.


 

A produtividade individual e coletiva tem pontos e influências diferentes, apesar da interferência clara que uma traz à outra.

Individualmente, muitas pessoas tem dificuldade em render em certos períodos do dia, em se desligar das redes sociais ou dos sites de notícias (dos mais variados tipos), em coordenar a realização de tarefas com prazos estipulados e defini-las de acordo com o grau de relevância.

Coletivamente, os problemas podem ser outros, ajustá-los pode ser a melhor forma de fazer sua empresa ser mais produtiva, no singular e no plural.

1 – Planejamento estratégico definido

Quando tratamos de qualquer assunto relacionado à iniciativas empresariais, economia, capital, investimento, tudo, absolutamente tudo, requer planejamento e esboços de ações e atitudes.

Planejar e definir as metas, os goals de sua empresa/equipe é a melhor forma de fazer com que todos fiquem cientes do que está em jogo, e do que está lá na frente, esperando para ser alcançado.

Quando não há um horizonte delimitado, os envolvidos podem passar a atuar de forma mecânica, sem empenho, sem criatividade. Passam a fazer o que tem para o dia, já que não sabem até onde aquilo os levará.

Por isso, não deixe sua empresa cair nessa mesma situação e defina prazos e metas. Principalmente, deixe-os bem claros para todos aqueles que fazem parte da organização.

É muito importante que todos os envolvidos se sintam parte do processo para melhorar a produtividades da empresa como um todo.

 Artigo do blog - 27-10

2 – Atingindo metas 

Elabore metas palpáveis e atingíveis, pois se o pote de ouro estiver sempre muito longe, o entusiasmo se esvai rapidamente.

Com o cumprimento de metas de forma recorrente (sem banalidade), certamente a sua equipe se manterá empenhada para as demais que estão por vir.

Da mesma forma que a crítica construtiva, se feita de forma consciente, é bem-vinda. Elogios sem bajulação nos momentos de alta também podem gerar bons frutos.

Um time satisfeito é um time empenhado em continuar mantendo o mesmo nível e buscando superá-lo.

Trabalhar a motivação sempre é muito importante, atingir metas reais é uma dessas maneiras.

Por isso, não exija metas irreais, aquelas que demoram a serem alcançadas e sim metas em forma de degrau, aquelas que vamos escalando gradativamente para chegar ao topo.

 

3 – Identifique as falhas e não tenha medo de mudar

Busque incessantemente identificar os pontos fracos do processo. Fazer a sua empresa ser mais produtiva requer algumas atitudes, um pouco mais firmes, vez ou outra.

Não estamos falando aqui de demissões ou cortes bruscos, mas mudanças no sistema, na abordagem, em tudo que for necessário.

O Retorno sobre Investimento (ROI) é um conceito popular em todo o âmbito mercadológico, o cálculo feito para singularizar cada investimento realizado e, perceber o quanto cada um deles está dando de retorno.

É muito importante analisar e remodelar criações que não saíram como o planejado e que podem estar utilizando o capital da empresa de forma inadequada.

Artigo do blog 2- 27-10

4 – Cargos estipulados, mas nem tanto

Todos os funcionários têm sua importância para a produtividade de uma empresa, eles têm que saber disso.

Compreenda-os para produzirem, da melhor forma possível, aquilo que foram designados a fazer.

Mas não limite o raio de ação deles. As pessoas se tornaram multifuncionais, com habilidades acumuladas, por isso, abra espaço para sugestões e iniciativas que fujam da função que está na carteira.

Não estamos falando de exercer, de fato, outras funções sem a remuneração adequada, o que abriria espaço para futuras insatisfações, mas de contar com as ideias e experiências de todos os envolvidos no processo final.

5 – Ataque o ócio

Estimule o ócio criativo, dando certa liberdade para as pessoas sugerirem melhorias nos processos e produtos, de forma descontraída e sem cobranças.

Trate todos aqueles que trabalham com você de forma pessoal, próxima. Identifique aqueles que abusam das redes sociais, se for o caso, e tenha conversas sem exposição.

Cada funcionário tem um contexto por trás, por isso, broncas generalizadas já não tem o mesmo efeito nos trabalhadores contemporâneos.

Por fim, examine todos os pontos e garanta sempre a melhor gestão de todos os setores, só dessa forma sua empresa crescerá e você poderá colher bons frutos no futuro!


A Administrar Online possui uma equipe especializa e comprometida com a terceirização das atividades financeiras da sua empresa, podemos otimizar ainda mais cada um dos aspectos fundamentais para o crescimento do seu negócio!

Você pode contar conosco para crescer sempre. Espero que este artigo tenha sido útil, até breve!

Gostou? Compartilhe!

Qualidade de vida no trabalho – Como isso afeta o desempenho da empresa

Ter uma qualidade de vida no trabalho está totalmente ligado ao seu desempenho. Iremos mostrar nesse artigo, como um empregado com qualidade de vida pode trazer resultados positivos para a empresa.

1

Muitas vezes como empregados nos vemos em um ambiente corrido e caótico, com poucos pontos positivos e muitos pontos negativos.

Uma mente transtornada pelo ambiente pode resultar em erros prejudiciais a empresa, demissões desnecessárias, ou até mesmo afastamentos por motivos de saúde.

Tudo isso deve ser ponderado para que o empregado consiga trabalhar saudavelmente e render o que dele deve render durante as suas atividades na empresa.

Muitas empresas não conhecem o poder que tem nas mãos, mas você sabia que pequenas atitudes diárias podem motivar sua equipe e fazer com que ela seja muito mais produtiva? Mais a seguir falaremos desse ponto.

O que é Qualidade de vida no trabalho?

Nada mais é que o grau de satisfação que o empregado tem em relação as atividades exercidas no ambiente em que trabalha. No entanto, a satisfação do colaborador em um ambiente de trabalho não é somente o que diz respeito a ele. Pois a satisfação do empregado está ligada ao clima organizacional, relação com colegas e chefe.

Afinal, uma empresa é composta por pessoas, colaboradores, e não há nada melhor e seguro do que ter pessoas motivadas e felizes em seu ambiente de trabalho para colocar toda a sua dedicação e talento em prol do funcionamento da empresa.

Desse forma, fica mais fácil de atingir as metas que a empresa deseja alcançar, direcionando os objetivos individuais para um objetivo em comum. Se todos os colaboradores estiverem trabalhando em conjunto, a empresa chegará até o ponto que ela quer chegar.

2

 

Pequenas atitudes: Grandes diferenças

Como falamos anteriormente, há algumas atitudes da empresa que pode tornar o ambiente mais agradável e melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores, tais como:

  • Banheiros limpos: é essencial que as empresas prestem atenção na limpeza de seus banheiros assim como no conforto destes.
  • Café e lanches: a maioria das pessoas gostam de ter café e lanches (biscoitos, frutas) a disposição deles. O gasto mensal não é alto e faz toda a diferença.
  • Limpeza em geral: um ambiente limpo e livre de maus odores é fundamental.
  • Brindes e recompensas: um funcionário que sabe que uma meta atingida pode render reconhecimento, brindes e recompensas financeiras, pode ser muito mais dedicado a atingir. Por isso, a empresa deve manter seus funcionários motivados dando mais incentivo a realizar suas tarefas diárias.

O bom desempenho do colaborador

A responsabilidade de uma qualidade de vida em um ambiente de trabalho não fica somente nas mãos dos empresários, mas o colaborador também pode contribuir para que haja Qualidade de Vida no Trabalho nos seguintes pontos:

  • Foco: Um profissional com foco em seu trabalho sofre menos com intervenções externas do ambiente de trabalho, mantendo-se com os olhos atentos em suas atividades.
  • Desavenças: Não se mantenha entre as fofocas ou desavenças, seja começando uma ou escutando alguma. Um ambiente com esse tipo de comportamento atrapalha o desempenho de qualquer profissional, inclusive pode gerar uma demissão por comportamento inadequado.
  • Trabalho em equipe: O trabalho em equipe é fundamental para que você se sinta seguro e aprenda ainda mais sobre as atividades dos outros colaboradores.

Ensine também, para que todos estejam em sintonia e venham desenvolver um trabalho ainda mais significante para a empresa.

  • Prazos e horários: Cumprimento de prazos e horários é fundamental para atender as demandas com qualidade, fora que você evita estresses sobre a cobrança de desempenho dos seus superiores e colegas.
  • Relacionamentos: Manter bom relacionamento entre os colegas de trabalho é melhor e mais saudável. Assim como no aspecto pessoal, a Qualidade de Vida no Trabalho é muito importante para o desenvolvimento dos colaboradores, tanto fora quanto dentro do ambiente de trabalho. Vale ressaltar que o papel social das empresas também é a formação de cidadãos mais conscientes.

Lembrando que, para conseguir uma Qualidade Vida no Trabalho todos devem cooperar para que o ambiente seja propenso para todos, sem que nada venha interferir nele, seja externo ou alguma situação interna que possa abalar o ritmo de desenvolvimento dos colaboradores.

O ambiente deve ser agradável e harmonioso, se todas as dicas forem seguidas, verá como o desempenho do trabalho será ainda melhor e como os clientes irão responder positivamente para o atual comportamento da empresa.

Se sua empresa não oferece os requisitos necessários para você se sentir bem, talvez seja momento de buscar novos horizontes. Não tenha medo! Lembre-se que uma má qualidade de vida no trabalho pode afetar diversas outras áreas.

Você pode contar conosco para crescer sempre. Espero que este artigo tenha sido útil para você, até breve!

Gostou? Compartilhe!

4 motivos para apostar na terceirização de gestão financeira

Você sabe o que é terceirização? Sabe como ela funciona na Gestão Financeira? Leia o artigo e saiba os motivos para implantar uma terceirização de gestão financeira no seu negócio.

Terceirização de atividades

A terceirização de atividades é muito comum entre as empresas de pequeno e médio porte na parte contábil, pois financeiramente é muito mais barato do que ter um departamento contábil interno para arcar, tornando-se um gasto muito maior do que a empresa pode suportar, já que são empresas que muitas vezes não possuem grandes estruturas.

Já pensou em estruturar um setor de financeiro em sua empresa? No mínimo você teria que contar com um colaborador, onde o gasto total não seria menor que R$ 2.500 reais por mês.

Blog - 13-11

O que é terceirização de gestão financeira?

Optar pela terceirização de gestão financeira é uma forma para que o empresário possa focar totalmente na atividade principal da sua empresa. A tomada de decisões, na parte financeira é otimizada, conforme os dados apresentados pela prestadora de serviços, a qual irá executar toda a parte financeira-administrativa da empresa, deixando você livre desse tipo de tarefa e com os olhos somente para o seu negócio.

Ou seja, todas as rotinas financeiras da empresa serão delegadas à prestadora que executará, da melhor forma possível, todas as atividades para auxiliar o empresário nas tomadas decisões.

Quais rotinas são relevantes pela terceirização?

Um ponto a ser levantado é que a terceirização de gestão financeira pode ser junto com a gestão contábil, tornando-se uma gestão integrada. Dessa forma, os dois departamentos trocam informações e todas as tarefas são gerenciadas em conjunto.

As rotinas principais entre esses dois departamentos são:

  • Controle de contas a pagar e receber;
  • Gestão de contratos;
  • Conciliação bancária;
  • Desenvolvimento de relatórios financeiros;
  • Relatórios e Demonstrações Contábeis.

E para firmar que a terceirização de gestão financeira é algo relevante, mostraremos quatro motivos para que você não tenha mais dúvida sobre isso.

blog2

1º motivo: O foco do empresário

Quando há a terceirização na gestão financeira, você empresário pode se dedicar a empresa sem precisar se preocupar com essas obrigações e responsabilidades da área. Sendo assim, todo o foco do empreendedor será voltado para a atividade principal da empresa.

As informações sobre o financeiro será acompanhada por você através de relatórios que a prestadora apresentará, de forma online. Isso auxiliará você na hora de tomar decisões, como mudanças de estratégias.

2º motivo: A empresa reduz custos

Transferir as responsabilidades do departamento financeiro a uma terceirizada facilita não somente para o empreendedor, como também ajuda nos gastos. Ter um departamento financeiro todo estruturado, muitas vezes sai mais caro, devido aos funcionários que deverão ser pagos para o desenvolvimento das atividades referentes à área.

3º motivo: Informações

A empresa terceirizada de gestão financeira, trará muito mais informações atualizadas e corretas para que você não venha a arcar com prejuízos. As informações estarão disponíveis de forma online, 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Ou seja, você continua controlando tudo, porém sem se preocupar com a parte operacional.

4º motivo: Ferramentas Tecnológicas

Além da aplicação do conhecimento de finanças e gestão, a prestadora terceirizada de gestão financeira aplica também toda a estrutura tecnológica disponível. Sendo assim, o seu negócio passará a contar com uma estrutura tecnológica de primeira e profissionais qualificados para executar todas as tarefas administrativas e financeiras.

Além disso, as informações importantes já não são mais arquivadas em papel, já que o sistema de gestão armazena os documentos na nuvem.

Esses são os quatro bons motivos para você começar a pensar na possibilidade de ter a gestão financeira de sua empresa nas mãos de uma equipe terceirizada qualificada. Veja de forma mais resumida todos os benefícios:

  • Para o empreendedor é um alivio não ter que se preocupar com a administração financeira, dando mais foco no atendimento ao cliente e na melhoria da visibilidade da marca, assim como na qualidade do serviço ou produto oferecido ao público.
  • Reduz os custos de criação e manutenção de um departamento financeiro, já que a terceirização é muito mais barata.
  • Informações atualizadas por parte da empresa terceirizada, o que melhora a gestão da organização.
  • Documentos na nuvem, ou seja, que não correm risco de perda ou danificação.
  • Estrutura e tecnologia de primeira aplicadas na gestão do seu negócio.
  • Aumenta as possibilidades de crescimento do negócio.

Gostou das dicas?

Chegou o momento de começar a pensar na terceirização de gestão financeira do seu negócio, não é mesmo?

Para isso, a Administrar Online possui uma equipe especializa e comprometida. Com a terceirização das atividades financeiras da sua empresa, podemos otimizar ainda mais cada um dos aspectos fundamentais para o crescimento do seu negócio!

Você pode contar conosco para crescer sempre. Espero que este artigo tenha sido útil para você, até breve!

Gostou? Compartilhe!

Entenda o que é e porque é importante a gestão de contratos para a sua empresa

Assegurar todos os direitos das partes envolvidas nos processos de uma companhia é fundamental, seja internamente, com os próprios funcionários, ou em projetos com outras empresas. Entenda como funciona uma boa gestão de contratos.

Burocracia

Uma relação burocrática entre contratantes e contratados, dos mais variados níveis, pode se tornar uma grande dor de cabeça para companhias que negligenciam o cuidado com contratos assinados, recentemente ou anos e anos atrás. Antigamente, se dizia que a palavra de um homem valia mais do que qualquer papel assinado. Sabemos que, apesar do ensinamento moral que uma expressão como essa implica, as coisas não funcionam bem assim na realidade. Desenvolver um sistema inteligente de gestão de contratos para a sua empresa significa proteger e cuidar do seu empreendimento.

Almoxarifados com aqueles antigos armários da cor cinza, separando por data ou ordem alfabética documentos de todas as naturezas, já não podem fazer mais parte da realidade de uma empresa moderna. A tecnologia está aí exatamente para isso, facilitar e auxiliar processos que antes eram considerados maçantes e, muitas vezes, inconvenientes, apesar de necessários.

Sistema de gestão de contratos

Um sistema atual de gestão de contratos controla absolutamente tudo que você acordou com terceiros, de forma automatizada e prática. Cláusulas, vencimentos, saldos, tudo está na ponta dos dedos para acesso quando necessário, principalmente para manter a saúde financeira da organização.

Uma empresa que não toma conta do acompanhamento e da execução dos contratos pode acabar saindo em desvantagem em negócios realizados de forma bilateral, além de processos judiciários que causam danos não apenas ao financeira, mas à credibilidade do prestador de serviço.

Você não quer comandar uma companhia sem memória, não é? Além do sistema, contrate profissionais adequados para a elaboração e consulta desses contratos, ou pelo menos conte com uma agência de consultoria, tenha o respaldo de especialistas antes de assinar ou propor qualquer contrato que pode acabar “acorrentando” o seu negócio a um terceiro envolvido ou a funcionários que acabam não se mostrando colaborativos como você imaginava.

Como implantar um sistema de gestão de contratos

Esse respaldo profissional pode acontecer da forma mais natural e tecnológica possível, com a contratação de softwares especializados na gestão de todos os dados contratuais que a sua empresa oficializou, desde o início dos negócios. Com eles, você consegue controlar todas as vigências e reajustes, sempre com a possibilidade de automatizar o contato entre todas as partes negociantes.

Agendas, eventos, entrega de dados financeiros para o setor responsável, imagem dos contratos na tela do computador, conteúdos formatados para facilitar a alteração de aditivos, tudo isso pode ser feito através dessas plataformas criadas por empresas com relevância no nicho.

Todo o ciclo de vida de um contrato, ou CLM, como é conhecido, no meio, é separado e tratado da forma adequado para cada etapa. Desde o rascunho da primeira folha contratual até as fases de renegociação, se for do interesse de todos, todos eles recebem a devida atenção no momento exato em que devem receber.

Blog - 06-11

Vantagens de ter todos os contratos na mão

Fica claro que, para o crescimento da sua empresa, todos os fatores e detalhes devem estar alinhados e bem estruturados. Nem sempre temos tempo ou mão de obra o suficiente para atuar de forma impecável. Com a otimização do serviço burocrático dos contratos, encontramos meios de tocar outras áreas específicas sem deixar que essa atrase o desenvolvimento do negócio.

Optar por um sistema de gestão de contratos em sua empresa é garantir que ela não ficará defasada e enrolada nos próprios termos, já esquecidos e não consultados. Além das vantagens mais relevantes, os softwares, que podem ser encontrados facilmente na internet, ainda oferecem um leque de vantagens complementares, como a proteção de informações cruciais e a atualização de contratos com valores internacionais, sempre de acordo com o valor da moeda em questão.

O próximo passo

Gostou do artigo de hoje? Chegou o momento de começar a avaliar todas as possibilidades de terceirizar ou organizar seu setor de contratos. Lembre-se de todos os benefícios e riscos que sua empresa pode se livrar com a boa gestão.

Muitas multas são aplicadas a empresas de pequeno e grande porte pela má gestão de seus contratos, o que pode muitas vezes levar a falência da empresa.

Terceirizar esse setor é uma boa opção e muitas empresas acreditam que isso reduz muitos os gastos. Não perca tempo e veja quais são as melhores alternativas para seu negócio.

Oportunidade

A Administrar Online possui uma equipe especializa e comprometida. Com a terceirização das atividades financeiras da sua empresa, podemos otimizar ainda mais cada um dos aspectos fundamentais para o crescimento do seu negócio!

Você pode contar conosco para crescer sempre. Espero que este artigo tenha sido útil para você, até breve!

Gostou? Compartilhe!

5 dicas para você administrar melhor a sua empresa

Administrar melhor sua empresa, não deve ser apenas um desejo e sim uma meta! Se você quer de fato ter uma empresa que gere bons lucros e cresça anualmente no mercado, uma boa administração é essencial.

Pensando nisso, confira a seguir 5 dicas para você administrar melhor a sua empresa e ter êxito!

Imagem0

A má administração de empresas leva a falência de mais de 50% dos negócios que abrem em um período de 2 anos segundo dados do IBGE. É uma taxa bastante alta e alguns erros são cometidos por ditas empresas para chegar a esses resultados.

Você não quer ser parte dessa estatística de falência, certo?

Confira quais são as dicas:

# Organização é tudo

Nenhuma empresa vai adiante no caos. A organização é essencial para que qualquer instituição funcione de forma correta. Por isso, mantenha a organização diária de sua empresa e torne isso um costume. Organize todos os setores, seja ele: setor de contratos, contas a receber, contas a pagar, produção, marketing etc.

Tenha tudo planejado previamente, faça check-list, utilize software que te auxiliem na organização e gestão das tarefas da empresa, ordene os arquivos e deixe claro para todos onde encontrar as informações necessárias para a realização das rotinas diárias.

A organização pode ser sugerida em uma reunião com todos os membros da instituição para que se sintam parte do processo e assumam esse compromisso.

# Equipe competente

De nada adianta ter uma empresa altamente organizada se sua equipe de trabalho não “veste a camisa”. Para melhorar a administração, mantenha um equipe competente e que tenha as habilidades necessárias para cumprir as tarefas diárias.

O engajamento de todos os funcionários da empresa é fundamental para conquistar bons resultados. Mas, criar um ambiente amigável, onde as pessoas estejam, realmente, comprometidas com os objetivos organizacionais não é fácil.

Assim, a contratação de supervisores também é uma ótima maneira de ter relatórios de produtividade atualizados, manter o foco da equipe na produção e gerar o engajamento necessário, caso você não possa trabalhar diretamente com seus funcionários.

# Delegue tarefas

Um dos maiores erros de um empreendedor é querer abraçar todas as atividades, não delegando as atividades que podem e devem ser feito isso, para que ele foque realmente no objetivo principal do negócio. Muitas vezes o medo de achar que o outro não fará como ele, pode ser o fator determinante da não delegação de tarefas, por isso, reforçamos o ponto número 2, que é manter uma equipe de profissionais qualificados e o qual você pode, de fato, confiar.

O segredo da boa administração está na delegação de tarefas. Tentar fazer tudo não é uma boa ideia. Quando delegamos tarefas, aceleramos o processo aumentando assim a produtividade.

# Modernizar o processo de informação

Imagem1

Sua empresa ainda está na época de arquivar tudo em papel? Chegou o momento de mudar e guardar a informação na nuvem, por exemplo. Modernizar o sistema de informação ajuda não só no momento de buscar uma informação importante, como também a questão da segurança da informação. Evitar correr riscos físicos como o de desaparecer, como por exemplo ou arquivos em pastas que podem molhar e até mesmo a cor da impressão desaparecer.

Ter a informação como um método tecnológico é agilizar os processos operacionais da empresa. A automatização melhora a qualidade do serviço prestado, ajuda no controle de estoque, caixa e até mesmo assistência aos funcionários.

# Ser realista

Se você acha que realmente o processo de administração de empresa é muito para você, talvez seja o momento de delegar essa tarefa a uma empresa especializada em gestão de rotinas administrativas e financeiras, por exemplo.

Vale muito a pena confiar a administração de seu negócio a uma empresa séria, que realmente busca entender do negócio do cliente.  Podendo, de fato, alavancar suas vendas, pois você terá mais tempo para focar nas suas principais rotinas.

Terceirizar as rotinas administrativas e financeiras da sua empresa é mais comum do que você pensa. Fazendo isso você terá mais possibilidades de crescimento e a sua empresa com certeza gerará mais lucro.

Concluindo

Muitas empresas saíram do vermelho graças a uma boa gestão, salvando assim os seus negócios. Se você acredita que administrar sua empresa na totalidade é algo humanamente impossível, e que sua empresa corre riscos de falir, não hesite em buscar ajudar com um especialista!

Com um controle assertivo, uma equipe realmente qualificada para lhe prestar todo o apoio necessário (e de forma online, sem perda de tempo), será muito mais eficiente a forma de gerir o seu negócio e conquistar resultados extraordinários!

A Administrar Online possui uma equipe especializa no assunto e com a terceirização das atividades financeiras da sua empresa, podemos otimizar ainda mais cada um dos aspectos fundamentais para o crescimento do seu negócio!

Você pode contar conosco para crescer sempre. Espero que este artigo tenha sido útil para você, até breve!

Gostou? Compartilhe!

Clientes inadimplentes? Como melhorar o relacionamento com eles?

Quem possui uma empresa em muitos momentos deve considerar avaliar até que ponto vale a pena negociar com a inadimplência de seus clientes, sempre tendo como princípio manter o bom relacionamento – e até mesmo uma boa perspectiva de futuro!

Blog - 22-10

Afinal, uma empresa simplesmente não pode existir sem possuir clientes, não é mesmo? Logicamente ela pode até existir de forma física, porém não há sombra de dúvidas que ela poderá não durar muito tempo quando não há clientes ou quando eles desistem de voltar a fechar negócio.

Por esse motivo, muitos empreendedores possuem essa percepção de procurar meios de saber como conquistar, reter e até mesmo encantar a sua base de clientes!

Em meio a esse objetivo existe também um outro ponto importante: será que é possível transformar seus clientes em uma espécie de defensores ou até mesmo embaixadores do seu negócio?

Porém, será que toda essa paixão e relacionamento sólido pode ser aniquilado quando ocorre de um cliente estar inadimplente?

Quer saber mais sobre esse assunto? Então continue lendo o conteúdo a seguir e entenda quais são os caminhos que podem ser adotados junto aos seus clientes e consolidar o seu sucesso!

Clientes inadimplentes – até onde se mantém um relacionamento sadio entre eles e sua empresa?

Dizer que a paixão simplesmente acaba quando um cliente se torna inadimplente é algo muito forte e que não deve ser levado à risca. Principalmente se tratando de um momento econômico tão complicado como o que estamos vivenciando nos últimos tempos.

O primeiro passo que o empreendedor precisa entender é o que de fato pode estar ocorrendo com o seu cliente e até mesmo o que pode acarretar essa quebra de confiança – e como passo seguinte tentar até mesmo preservar esse tal cliente!

Já parou para pensar que o cliente que deve hoje para sua empresa pode se transformar no futuro em um promissor “Key Account” estratégico?

Para que isso seja possível cabe ao próprio gestor da empresa considerar esses aspectos e até mesmo avaliar os caminhos que poderão ser adotados antes de tomar decisões consideradas precipitadas.

O primeiro passo está em prevenir a ocorrência de uma inadimplência!

Alguns passos importantes podem ajudar a prevenir que esse tipo de situação ocorra com a sua empresa, como por exemplo: ter cadastros adequados e sempre bem atualizados, realização de analise de crédito de forma eficiente e até mesmo consultas no ambiente online, ferramentas e softwares que sejam especializados em realizar a gestão de cobranças e demais práticas que ajudam a manter o bom relacionamento.

Um posicionamento interessante é procurar avisar seu cliente antes da data de vencimento de eventuais pagamentos e isso pode ser amplamente feito por meio do apoio de um sistema automatizado, com envio de e-mails.

Outra alternativa é recorrer a uma boa equipe de pós-venda – com um treinamento assertivo, eles poderão realizar a abordagem adequada junto ao seu cliente e confirmar como está a sua satisfação diante do negócio fechado e se tudo estava dentro das expectativas estabelecidas antes da conclusão de compra.

Os bons pagadores podem ser bonificados – uma saída é contar com sistemas de acumulo de pontos, que permitem aos seus clientes a oportunidade de poder participar de palestras, eventos, recebimento de brindes, de um e-book especial, entre outros atributos que possam agregar valor!

Procure também deixar essencialmente claro a ocorrência de dívidas junto à sua empresa e também evidencie que ele poderá perder benefícios por conta disso – você pode até mesmo elaborar categorias de clientes, como por exemplo: clientes Premium, Preferencial, star, entre outros.

Mostre para seu cliente que ele poderá perder seu status em uma determinada categoria e acabar ficando inadimplente!

Ficar sempre atento a sazonalidade dos setores é fundamental! Isso porque alguns negócios tendem a vivenciar momentos de queda em suas vendas, por isso procure saber se os seus clientes também enfrentam esse tipo de situação e juntos tentem encontrar um caminho satisfatório para sanar os problemas de inadimplência!

Planeje-se e conte com bons recursos para lhe auxiliar nessa empreitada!

Planejar é preciso e com os pontos e aspectos relacionados acima, ficará muito mais fácil cumprir esse processo! O planejamento deve envolver o momento certo de entrar em contato com o seu cliente ou a forma correta de abordá-lo!

Afinal, você precisará ter bons argumentos e questionamento pertinentes para lidar com a situação e conseguir resolver a questão! Uma dica é contar com uma empresa que preste serviços de terceirização de tarefas administrativas que poderá ser uma aliada na hora de estabelecer suas tomadas de decisões e contribuir para manter a sua gestão financeira realmente mais qualificada e bem planejada!

Com um controle assertivo, uma equipe realmente qualificada para lhe prestar como um todo o apoio necessário (e de forma online, sem perda de tempo), será muito mais eficiente a forma de lidar com seus clientes inadimplentes e colocar as contas da sua empresa em dia!

Espero que este artigo tenha sido útil para você, até breve!

Gostou? Compartilhe!

5 ferramentas de gestão que todo empreendedor deve conhecer

Iniciar um negócio próprio envolve uma série de desafios, dentre eles uma boa dose de riscos e até mesmo um turbilhão de incertezas! E quando o assunto é financeiro, tudo pode ficar ainda mais complicado!

Design sem nome (5)

Uma boa parcela dos empreendedores precisa contar, em muitos momentos, com um bom apoio para seguir a sua jornada! Isso principalmente se faz necessário quando não há uma boa base de conhecimento em gestão e administração – é nesse perfil de situação que o empreendedor pode até mesmo não sobreviver ainda nos primeiros meses!

Para evitar que esse seja o destino certo da sua empresa (principalmente para quem é MEI ou tem uma pequena empresa) é fundamental sempre buscar capacitação e até mesmo recorrer ao uso de ferramentas que podem agregar um grande diferencial competitivo para sua empresa!

Quer saber mais acerca desse assunto e saber quais as ferramentas ideais para suprir as demandas existentes na sua empresa? Então continue lendo o conteúdo a seguir e conheça 5 ferramentas que poderão contribuir, e muito, com o desempenho do seu negócio!

Gestão Financeira – conheça o Canvas, uma ferramenta ideal para sua empresa!

O Canvas é uma ferramenta focada em gestão estratégica, muito utilizada para realizar o desenvolvimento de modelos atuais de negócios e até mesmo realizar a documentação de modelos já consolidados.

A ferramenta lida com sua apresentação por meio de um gráfico visual e também usa demais elementos que ajudam a descrever a sua empresa ou até mesmo produtos – como foco, ela aborda temas importantes, como infraestrutura, clientes, e claro, a questão relacionada às finanças!

É uma ferramenta ideal para contribuir com muitas empresas que estão em busca de alinhar suas atividades – promove compreensão, discussão e também uma boa dose de criatividade: e tudo isso de forma prática e intuitiva!

A segunda ferramenta que sua empresa precisa conhecer: Matriz BCG

Provavelmente essa é uma das ferramentas mais famosas do mercado quando se trata de gestão de marketing!

Como seu próprio nome já afirma, trata-se de uma matriz 2 por 2 que visa a analise de portfólio dos seus produtos e também das suas unidades de negócios.

Sua principal base refere-se ao ciclo de vida dos produtos e foi criada ainda nos anos 70, com o foco de contribuir ainda mais no processo de tomada de decisão para gestores envolvidos no processo de marketing e vendas.

Em suma, essa ferramenta é de extrema importância, pois ajuda na identificação de aspectos essenciais para a manutenção dos produtos da sua empresa.

 5W2H – gestão de qualidade para sua empresa!

Basicamente a ferramenta refere-se a uma espécie de checklists focadas em algumas atividades que devem ser criadas com o maior numero de transparência por parte dos colaboradores envolvidos.

De forma geral, a ferramenta atua como um tipo de mapeamento de atividades, onde poderá ser estabelecido o que de fato poderá ser feito, quem poderá fazer cada atividade, qual o tempo que tal demanda precisará, local da empresa que isso será feito e todos os demais pontos que sejam envolvidos em tal atividade proposta.

Análise SWOT – uma ferramenta de gestão extremamente eficiente!

Essa ferramenta de gestão tem sido uma das mais usadas no mercado e tem como princípio central um estudo do cenário externo e também a realidade interna da empresa.

Ela é importante quando a empresa está prestes a consolidar um novo projeto, bem como na criação de ações estratégicas e até mesmo em momentos considerados como incertos – isso porque ela permite conhecer quais são os fatores favoráveis e também desfavoráveis perante o mercado com relação à realidade do seu negócio.

Ferramenta de Qualidade – Ciclo PDCA!

Trata-se de uma ferramenta de qualidade muito usada para o controle dos processos e também focada em estabelecer a solução de problemas.

Sua aplicação é formada por quatro fases distintas, sendo elas:

  • P – Plan (Planejar): seleciona-se um processo, atividade ou até mesmo uma máquina que necessite de aprimoramento – tudo sempre focado em conquistar os resultados almejados.
  • D – DO (fazer): refere-se à implementação do plano que foi elaborado e se coloca em ação o seu acompanhamento e progresso.
  • C – Check (Verificar): realiza-se a análise dos resultados conquistados por meio da execução dos planos – e se for o caso, também realiza-se a reavaliação do plano proposto.
  • A – Act (agir): se tudo tiver corrido como planejado, todo o processo poderá ser documentado e se tornar um padrão mantido na sua empresa!

Como você pode acompanhar, todas as ferramentas citadas ao longo desse artigo pode agregar um grande valor quando se trata de cuidar ainda mais de todos os processos administrativos da sua empresa.

A Administrar Online possui uma equipe especializa no assunto e com a terceirização das atividades financeiras da sua empresa, podemos otimizar ainda mais cada um dos aspectos fundamentais para o crescimento do seu negócio!

Você pode contar conosco para crescer sempre. Espero que este artigo tenha sido útil para você, até breve!

Gostou? Compartilhe!