Como fazer conciliação bancária da maneira correta – E controlar suas finanças definitivamente

Como fazer conciliação bancária da maneira correta - E controlar suas finanças definitivamente 1

Você faz a conciliação bancária da sua empresa da maneira correta? Essa é sem dúvida a melhor forma de blindar o seu negócio contra surpresas desagradáveis na Gestão financeira e na contabilidade de qualquer empresa.

Aqueles empresários que não estão atentos a esse tipo de prática sofrem continuamente o risco de deixar as finanças do seu negócio no vermelho. Isso implica no atraso de pagamento de contas, aumento das dívidas dos fornecedores e pagamentos de altas taxas desnecessárias.

Diante da importância dessa prática para o seu negócio, ao longo deste post serão apresentadas informações relevantes sobre o que é essa ferramenta e como você pode aplicá-la no seu negócio e melhorar a Gestão Financeira, em três simples passos. Confira:

1 – O que é conciliação bancária?

Você sabe o que é a conciliação bancária e qual a relevância dela para o seu negócio? De maneira geral, ela nada mais é do que a conferência de todos os extratos bancários e saldos de caixa com os dados do controle financeiro da empresa.

Através dele é possível controlar centavo por centavo do seu negócio e verificar se existe algum tipo de anormalidade nas contas da empresa. Mas essa está longe de ser a única função dessa prática, pois por meio dela ainda é possível verificar e fazer o controle efetivo do Contas a pagar e Receber.

Mas atenção! Para que você consiga aproveitar todos esses benefícios, é preciso saber fazer esse tipo de conciliação da maneira correta. Caso contrário, a sua empresa continuará correndo sérios riscos de ter problemas financeiros graves.

2 – Como fazer a conciliação das contas

Agora que você entendeu o que é a conciliação, é importante descobrir como fazê-la de uma maneira simples e prática. Confira como ocorre todo o processo de elaboração logo abaixo, a saber:

Passo 1: Monitore a movimentação financeira

Nessa etapa, será necessário fazer um levantamento de todas movimentações de entrada e saída de recursos da sua empresa (Fluxo de Caixa). Assim, é importante que você mantenha registrado e atualizado todas as movimentações financeiras. A saber:

  • Recebimento de pagamentos de clientes
  • Cobranças de tarifas bancárias
  • Cobranças de impostos de transação bancária
  • Pagamento de fornecedores
  • Pagamentos de salários

O ideal é que esses dados estejam organizados de acordo com o dia de ocorrência e a sua classificação. Isso irá facilitar não apenas o monitoramento das contas, mas também todo o processo de controle financeiro.

Passo 2: Compare os dados

Uma vez munido destas informações, você poderá dar continuidade ao processo de conciliação bancária. Nesse momento, será preciso comparar os dados contidos nos registros de pagamentos da empresa, com aqueles que estão indicados no extrato bancário.

Essa atividade só evidencia, mais uma vez, a necessidade de manter rotinas e o registro completo das transações financeiras do seu negócio. Quanto mais precisos eles forem, mais fácil e eficaz se torna o processo de conciliação.

Passo 3: Realize correções financeiras

Caso tenham sido identificadas falhas no resultado da comparação das contas, é preciso realizar os ajustes necessários para reparar qualquer tipo de erro financeiro. Como?

Faça uma reavaliação do confronto dos dados bancários e de pagamento, verifique se não ocorreram erros internos no momento de lançamento das informações. Caso isso não tenha ocorrido, é preciso entrar em contato com a instituição financeira para averiguar quaisquer tipos de problemas.

3 – Gerenciamento das informações financeiras

Tão importante quanto saber como fazer a conciliação de uma maneira correta, é incorporá-la na Gestão Financeira do seu negócio. Para isso, é necessário que sejam criadas rotinas e usadas ferramentas para que ela seja realizada de uma forma eficaz.

Diante disso, selecionamos algumas dicas essenciais para fazer com que essa atividade faça parte da rotina do seu negócio. Confira:

Crie uma rotina financeira

É preciso ter em mente que para ter bons resultados com a conciliação bancária é necessário realizá-la diariamente. Assim, o recomendado é que a etapa de monitoramento dos dados bancários sejam realizados nas primeiras horas da manhã.

Em contrapartida, no que diz respeito à análise dos dados da conciliação, é recomendado que eles sejam feitos toda semana ou a cada 15 dias. Pois, é uma atividade que demanda uma interpretação detalhada dos dados.

Use ferramentas financeiras

A automação do processo de conciliação o torna mais simples e prático de ser realizado. Isso se deve, em especial, ao fato de que essas ferramentas consolidam todas as informações financeiras e geram relatórios que servem como base para a tomada de decisão do empresário.

Dentre as principais ferramentas desenvolvidas para realizar a conciliação e gestão de caixa, destacam-se:

  • Conta Azul
  • Bling
  • Nibo
  • Quick Books (Zero Paper)

Agora que você sabe o que é e como fazer a conciliação bancária da sua empresa, o que acha de começar a realizar essa prática e ter o total controle das finanças do seu negócio?

Uma dica para garantir a sua eficácia é a Terceirização das Rotinas Financeiras. Aqui na Administrar Online você encontra os melhores especialistas para realizar a conciliação bancária da sua empresa.

Nossos ninjas estão prontos para te ajudar com essa missão, nós entramos em contato para te explicar como funciona.

Quero melhorar minha Gestão Financeira agora!

Comments are closed.
Fale Conosco pelo WhatsApp