Fluxo de caixa empresarial: como elaborar de maneira correta

Fluxo de caixa empresarial: como elaborar de maneira correta 1

A maneira com que você faz o Fluxo de Caixa reflete no sucesso ou fracasso do seu negócio.

Por quê? Ao desconhecer a real situação financeira da sua empresa, é impossível descobrir se ela está é lucrativa ou não.

São inúmeros os empresários que fecham as portas dos seus negócios ao se depararem com problemas financeiros graves.

Estes, que poderiam ter sido evitados se houvesse um controle eficiente da Gestão Financeira.

Para que o seu negócio não seja o próximo a entrar nessa estatística, ao longo deste post você poderá descobrir como elaborar um Fluxo de Caixa eficiente.

Ao terminar a leitura será apresentado um método exclusivo e prático de Gestão Financeira.  Confira:

1 – O que é o Fluxo de Caixa?

Antes de começar a elaborar o seu Fluxo de Caixa é preciso descobrir o que ele realmente é.

Veja bem, diferente do que muitos empresários acreditam, o gerenciamento financeiro não precisa ser um “bicho de sete cabeças”.

Pelo contrário, ele é muito simples. Isto é, quando você utiliza as ferramentas corretas para controlar cada centavo do seu negócio. Sendo que a principal delas é o Fluxo de Caixa.

Através dessa ferramenta, é possível controlar com eficiência toda a movimentação financeira da empresa.

Ela ainda permite que você visualize com clareza onde estão sendo aplicadas todas as receitas e despesas.

Ao estar munido com esse tipo de informação, o gestor consegue identificar com mais rapidez os gargalos financeiros da sua empresa.

Diante disso, são tomadas decisões essenciais para que o seu negócio não sofra nenhum tipo de prejuízo financeiro, sobretudo em cenários crise econômica ou em mercados altamente competitivos.

Leia o nosso artigo A importância do Fluxo de Caixa no sucesso de sua empresa e descubra mais vantagens de implantar o Fluxo de Caixa.

2 – Como fazer um Fluxo de Caixa de maneira correta

Agora chegou o momento de você aprender a usar o Fluxo de Caixa corretamente.

Para isso, basta seguir o passo a passo que desenvolvemos para você realizar um excelente controle financeiro da sua empresa.

Confira e aproveite as vantagens que ele pode trazer para a sua empresa:

Passo 1: Descubra o saldo inicial da empresa

O primeiro passo para ter controle financeiro na sua empresa é descobrir o valor total das receitas.

Por isso, faça o levantamento completo dos valores da conta bancária e do efetivo em caixa.

Esse valor é o ponto de partida para que você consiga acompanhar todas as movimentações financeiras ao longo do mês.

Assim, busque anotar cada centavo que esteja circulando na sua empresa, para que ele seja o mais preciso possível.

Passo 2: Classifique as receitas e despesas

Antes de começar a registrar todas as receitas e despesas no Fluxo de Caixa, é crucial que você as classifique corretamente.

Acredite, isso irá ajudar a verificar com mais facilidade toda a movimentação financeira que ocorre no seu negócio.

Mas como fazer isso? É simples, basta nomear todas as suas receitas e despesas de acordo com a sua natureza, por exemplo:

  • Pagamentos a vista
  • Pagamentos do cartão de crédito
  • Aluguel
  • Energia
  • Água
  • Salários

Passo 3: Registre as movimentações financeiras

Nessa etapa, é importante que você escolha uma ferramenta de controle financeiro eficiente.

Atualmente, existem inúmeros métodos como planilhas, aplicativos e softwares, que podem ajudá-lo nesta tarefa.

Em seguida, comece a anotar todas as movimentações financeiras da sua empresa.

Isso inclui as receitas e despesas realizadas ao longo do mês. Mas atenção! Para que você consiga gerar informações úteis é crucial classificá-las de acordo com a sua natureza.

Troque o tempo que você gasta organizando as finanças da sua empresa por momentos em família. Administrar Online - Terceirize o financeiro

Passo 4: Registre todas as contas a pagar

Em uma seção específica comece a registrar as contas a pagar da sua empresa.

Isso deve ser feito de acordo com as datas em que os seus pagamentos deverão ser realizados.

Assim, você conseguirá ter uma visão geral das despesas de curto e longo prazo que a sua empresa terá que arcar, como também conseguirá planejá-las de uma maneira mais eficiente.

Passo 5: Analise as informações

Ao final de cada mês, é crucial que você analise as informações financeiras do seu Fluxo de Caixa empresarial.

Atente-se para a apuração do resultado, ou seja, se o seu negócio gerou lucro ou prejuízo durante o período.

Nesse momento, é crucial verificar quais foram as despesas mais altas, bem como quais poderiam ser as medidas para reduzi-las no próximo mês.

Também analise quais foram as maiores fontes de receitas do negócio.

3 – Fluxo de caixa: melhor método para elaborá-la

Ao longo deste post você pode descobrir o que realmente é o Fluxo de Caixa e como elaborá-lo de uma maneira prática.

Diante disso, você deve ter percebido que ele não precisa ser aquele “bicho de sete cabeças” que a maioria dos empresários considera.

No entanto, mesmo seguindo esse método é provável que ainda surjam algumas dúvidas sobre a sua aplicabilidade.

Nesses casos, a melhor opção é contar com a ajuda de profissionais qualificados da Administrar Online.

Esses profissionais podem organizar toda a Gestão Financeira da sua empresa e evitar sérios danos que poderiam levar ao fechamento da empresa.

Quer saber mais? Fale com um especialista!

Comments are closed.
Fale Conosco pelo WhatsApp