Aprenda como dar feedback negativo para os colaboradores corretamente

O momento de dar um feedback negativo não precisa ser um desafio para você. Isso porque existem técnicas simples de como realizar essa prática de maneira sutil e sem provocar conflitos com os colaboradores. Principalmente, aqueles que não são receptivos a críticas construtivas.

Dominar essa técnica é o segredo para você ser um bom líder. Assim como ajustar o desempenho dos colaboradores e conquistar um gerenciamento eficaz da equipe.

Quer saber mais? Então continue lendo este post para tornar-se um expert em feedbacks negativos.

Por que dar um feedback negativo é importante?

O termo feedback negativo é naturalmente associado a algo ruim. Entretanto, por mais que não seja fácil trazer à tona os problemas, dificuldades e pontos negativos, isso é algo muito importante.

É possível que, em algum ponto, um funcionário ou uma determinada equipe não estejam rendendo e/ou produzindo com a excelência que tem capacidade.

Esse é o momento de dar um feedback negativo.

Para tanto, planeje bem essa ação e crie um método eficiente e construtivo para resolver.

Dessa forma, a produtividade deve aumentar sem que aumentem os conflitos.

Troque o tempo que você gasta organizando as finanças da sua empresa por momentos em família. Administrar Online - feedback negativo

Como dar um feedback negativo?

Seja para quem faz, seja para quem recebe, a situação pode se tornar ainda mais complicada se as duas partes envolvidas não souberem se posicionar de forma adequada.

De preferência, os feedbacks negativos devem ser um trabalho de médio a longo prazo, para não desmotivar o colaborador.

É imprescindível se posicionar bem durante a conversa e transmitir a informação de maneira clara e construtiva. De forma geral pode-se seguir algumas dicas:

Se prepare

Antes de levar a situação em frente, saiba que é preciso investir em tempo e recurso para revertê-la, já que a equipe e os líderes devem ser imbuídos nessa mudança.

As partes interessadas estão prontas a mudar? O objetivo da empresa e do funcionário é crescer ou ficar paralisado diante dos obstáculos?

A não aceitação de uma avaliação vai repercutir diretamente na produção, então, estude bem o caso e faça anotações necessárias.

Também vale a pena ensaiar o que vai falar em voz alta, assim você pode ver como soará para quem está ouvindo.

Organize os fatos

Descreva e desenvolva o histórico e o perfil da equipe. Como ela reagiu ao último feedback (seja positivo, seja negativo)?

A maneira como foi colocado pelo gestor foi satisfatório? Quais produtos ou serviços foram prejudicados com a falta do desempenho?

Organize as ideias, fatos e desempenho dos colaboradores em uma tabela ou gráfico com dados mensuráveis.

Avaliar o perfil profissional requer dados e argumentos fidedignos.

Afinal, sem dados concretos, como é possível que os funcionários ou equipe verifiquem que não estão produzindo bem?

Organizar bem antes de dar o feedback evita lacunas para questionamentos.

Encare a situação de forma prática

Entenda as causas da situação. Não adianta resoluções provisórias, por isso, aceite que você deverá ter várias conversas com o funcionário.

Encare isso como um investimento e não como desperdício de tempo. Encontrado o entrave que gera o problema, pontue de forma clara.

Quanto mais tempo levar, mais ruim e doloroso será.

Seja companheiro

Os funcionários não são máquinas que devem ser trocadas e não é mais aceito que a solução para um desempenho ruim seja a demissão.

Para melhorar o entendimento da situação para ambas as partes, faça perguntas como:

  • Está feliz com o cargo atual?
  • O que lhe atrapalha a crescer profissionalmente?
  • Como a empresa pode ajudar?
  • Algum problema pessoal está interferindo no profissional?

Pense: não basta apenas chefia-los, lidere-os

Tenha sensibilidade ao dar feedback negativo

Antes que o pior aconteça, vários sinais são dados, por isso, esteja atento a sua equipe. Ouça, entenda e esteja atento às mudanças que às vezes são sutis. Por exemplo:

“Tal funcionário chegava sempre no horário, agora só chega atrasado; era proativo nas reuniões e agora não tem opinado; antes tinha uma liderança exemplar agora não faz mais do que sua função.”

O que aconteceu para que ele mudasse? Muitas vezes, perceber isso rapidamente pode evitar a necessidade de um feedback negativo.

Não seja agressivo

Lembre-se sempre de que o bom desempenho que o funcionário mostrou no início foi o motivo pelo qual ele foi escolhido para determinada função.

Apesar de apresentar alguma deficiência momentânea, ele foi escolhido por ter aptidões notáveis para o cargo.

Se ele já alcançou ótimos resultados poderá voltar a alcançá-los, desde que a intervenção seja feita sem agressividade, a fim de não causar desânimo ou desgosto por parte do colaborador.

Sabendo o momento adequado, os dados necessários e o tom de fala apropriado, o processo de dar um feedback negativo fica muito mais simples.

Portanto, não perca mais tempo e comece a planejar sua próxima reunião para recuperar a eficiência e desempenho dos seus colaboradores e das demais equipes da empresa.

Lembre-se a Administrar Online é especializada em Terceirização das Rotinas Financeiras de pequenas e médias empresas.

Espero que o artigo tenha sido útil, forte abraço e até breve!

Comments are closed.
Fale Conosco pelo WhatsApp